segunda-feira, 27 de abril de 2009

À ESPERA DE UMA MILAGRE



Não vou comentar sobre o filme em si. Mas tem tudo a ver. Muitos de nós estamos estagnados em nossas vidas rotineiras como guardas de cela vivendo uma rotina mortal. Até que o milagre vem, protagonizado por quem se menos espera...e dessa vez não será preciso a intervenção das habilidades fenomenais de John Coffey.
Ninguém conhece mais os sentimentos contraditórios que pulsam no coração de um pastor depois do culto de domingo à noite, do que o próprio pastor. É nesse sentido que nos tornamos os seres mais solitários e incompreendidos do mundo. A gente passa a semana toda tecendo um texto, fiando idéias, cozendo planos. Comigo é assim: eu leio várias vezes o texto, e a partir de convicções pessoais sobre o assunto, elaboro um esboço pessoal, e aí sim, depois vou atrás de comentários sobre o tema, busco lexicons e dicionários bíblicos que venham elucidar vocábulos-chaves, e por último, vou à cata de ilustrações, imagens e filmes que possam dar luz e significado prático à mensagem. O lastro de todas esse artesanato é a oração, e a (im)paciente espera que resultados concretos de mudança e reflexão possam ser gerados, e a viva expectativa que transformação de vidas aconteçam após a pregação.
Eu sei o que é pregar com a unção que torna tudo fluente e desempedido dos bloqueios humanos que às vezes acontecem durante o processo entre o que foi feito e o que acontece na realidade quando se prega. Mas comigo é assim. Termina tudo, eu ali, por um lado aliviado de ter podido pregar uma mensagem conforme minhas forças, acometido pela sensação de que fiz o que pude, depois de um trabalho que é fruto de transpiração durante toda a semana e preocupado se realmente as expectativas foram alcançadas.
O efeito imediato é que a maioria dos novos amigos que estão começando a caminhada cristã dão um feedback positivo, falam alegremente que gostaram da palavra, e comentam alguma coisa. Isso é muito animador. Outros falam com uma efusividade tal que considero uma espécie de retorno positivo, como que sem palavras, dizem: obrigado pastor, por essa palavra. Mas alguns poucos, geralmente não falam nada. Passam por mim, com uma indiferença enigmática, sem reação prática alguma, sem se disporem a ser resposta, ou canais de benção para abençoar os ministérios da comunidade.
A Lena viu como foi ontem à noite. Eu meio cansado, frustrado e sem sono. Hoje de manhã, já li o texto da mensagem do próximo domingo. E estou fazendo isso, pelo impulso irreprimível de minha vocação latente, movido pelo dever de fazê-lo, se não fizer, aí sim eu me frustro. Eu sou pastor desde 23 anos. Nunca fiz outra coisa que não seja cuidar de almas. E é isso que vou continuar fazendo até Deus interferir.
Já esbocei minha agenda da semana. Vou continuar a fazer visitas às famílias carentes, me envolver com as necessidades dos desvalidos, e isso tudo, na força da motivação de minha própria chamada. Faço isso não para agradar a homens, não para receber elogios, faço pelo simples fato de fazê-lo e isso me redime de minhas frustrações e limitações pessoais e me catapulta para me refugiar no regaço aconchegante do Pai. O melhor lugar do mundo para se estar!
Segunda-feira, vinte e sete de abril de 2009, 10:00 horas da manhã. Estou animado de novo, pronto para enfrentar as lutas da semana. Deus é quem cinge os meus lombos de força renovada pra correr além da carruagem de Acabe (as contingências da vida, as pressões, os planos do inimigo, más notícias,etc?), como aconteceu com Elias no AT. Já posso sentir pela fé, os primeiros respingos de uma chuva torrencial tamborilando no chão seco, lavando meu rosto, uma chuva que trará verdor aos nossos campos cinzas de ressecamento. Estou à espera de uma milagre para curar as doenças do nosso povo sofrido. Para a igreja que caminha capenga. Espero que nesses dias as águas do poço celestial se agitem violentamente. E aí a cura virá para muitos.
Que o avivamento venha. E quando ele vier, tudo será outra coisa completamente diferente!

6 comentários:

Felipe Stelli disse...

...Enquanto isso a gente trabalha a terra esperando a chuva regar. Precisamos de um milagre que só Ele pode dar...

Ah! criei um blog:
http://huanobalde.blogspot.com

Um abraço

markeetoo disse...

preguei pouquíssimas vezes na frente de um público assim e já senti um pouco disso tambem...
tenha certeza que vc tem sido muito usado por Deus no nosso meio. eh muito bom ver esse processo na sua vida, e por mais que muitos não expressem nada, com certeza têm sido impactados e incomodados lá dentro pra alguma mudança.
Deus abençoe! E que mais uma semana de estudos guiada por Deus comece!

Anônimo disse...

AlyCampos:
Pela graça de Deus, através da tua vida, temos sido abençoados de domingo em domingo. O exército está marchando ao redor da muralha, é possível escutar o bater dos pés. Quando ele ordenar, nosso general, no tempo certo..muralhas cairão!

Lindoélio Lázaro disse...

Paz abundante da parte de Deus para teu coração, brother!
Que blog maneiro! E paradoxalmente pesado de conteúdo, rs...
Que felicidade encontrar mais um lugar virtual onde um instrumento de Deus escreve teclando.
Estamos à espera de um milagre. Excepcionalmente elucidado aqui. Estamos em processo de cura, lutando contra a descrença e a desordem na missão.
Grande abraço!
Já está linkado no meu blog: http://oslazaros.blogspot.com

Thiago Rodrigues (Pita) disse...

Na maioria das vezes nós esquecemos de dar valor ao trabalho daqueles que fazem tanto por nós... Estamos sempre prontos a criticar, mas nem tanto a elogiar! É uma benção ter sua amizade e liderança em nossas vidas... e ainda ser agraciados com sermões tão inspirados e cheio de ilustrações! Deus continue lhe dando forças a cada dia!

Adriana disse...

Manel, admiro a humildade com que escreves a frustração diante de situações como estas.Quero afirmar que a cada domingo tem sido renovador. Agradeço por ser exatamente `tudo isso` que o Sr. te chamou pra fazer. Sinto-me muito bem cuidada e agradeço a você por isso. Também me sinto assim quando vou preparar a aulinha das crianças, já pensei em desisti, mas não dá pra parar é maior do que eu.Um abraço e vamos em frente!