quinta-feira, 7 de maio de 2009

Davi Excluído




Por algum motivo inexplicável, o Rei Davi entrou em um portal do tempo e foi teletransportado para os tempos atuais. Os únicos objetos pessoais que trouxe consigo foram os pergaminhos com todos os seus dados e os salmos que compôs.

Precisando se readaptar ao novo contexto, entrou na “Igreja Fundamentalista da Reta Conduta” e pediu para ser examinado como candidato a novo membro. Pedido um tempo para debater o assunto, em seguida do qual, o corpo de liderança reuniu, Davi foi convidado a se assentar no semi-círculo em uma cadeira colocada em destaque. O mais veterano dos anciãos, coloca o óculos, e por cima das lentes olha para Davi com olhar inquisidor, sibilando com dicção impecável:

- Bem, aqui consta que o senhor matou zilhões de pessoas, que experimentou muitas vezes falta de fé, em muitas outras, duvidou que Deus estava no controle das circunstâncias, teve várias crises de depressão, foi procurado como um desertor e mercenário, constatado como louco, teve várias mulheres, e ainda por cima adulterou, mentiu e mandou assassinar o marido da mulher com quem adulterou. Consta aqui que também houve duas confissões registradas e vários pedidos de perdão a Deus.

- Levante-se, senhor Davi!

Davi se levanta, o veterano aponta o dedo indicador em sua direção, vaticinando o veredito final:

- Sinto lhe informar, mas o conselho desta veneranda igreja reuniu e achou por bem não aceitá-lo como membro de nossa igreja. O conselho considerou sua presença nessa casa santificada uma verdadeira ameaça para nossos jovens e adolescentes, que poderia incitá-los à violência e à fornicação!
Imagine o senhor transitando no nosso meio e convivendo com as nossas famílias? Como ficariam nossas esposas diante de um homem impetuoso como o senhor? Deus nos livre e guarde!

E em coro todo o colegiado bradou um esfusiante amém.

Terminada a reunião, Davi, homem temente a Deus, humildemente tomou os rolos das mãos do pastor senior da igreja, e sem palavras se dirigiu à praça da cidade. Entrou debaixo da proteção de um edifício abandonado, para orar um pouco e pedir direção de Deus. Depois de um longo tempo, vultos indistintos começam a se mover furtivamente em meio à escuridão da madrugada, numa estranha romaria noturna rumando em direção aonde estava Davi. Aí ele pode vislumbrar o semblantes decaído de vários desabrigados, descontentes, amargurados de espírito e endividados, de prostitutas, de viciados, de pessoas com estranhos desenhos pelo corpo todo, com cabelos coloridos, que se juntaram ao seu redor, pois ele possuia uma postura que causava uma atração irresistível às pessoas ao seu redor. Ao invés de enxotá-los, ou fugir deles, acolheu-os abertamente, e a partir daí, conversava com eles, convivivia alegremente, ouvia seus dramas, e ensinava a eles o temor a Deus, e esses marginalizados que a igreja e a sociedade jogava fora, ficaram fascinados de existir alguém tão firme e terno ao mesmo tempo.

Líder nato que era, começou um treinamento informal entre eles, forjado por um relacionamento confiante, Davi os ajudou a exercitarem a disciplina pessoal, a produzir, a criar coisas boas, e a explorar o seu potencial criativo, a explorar seus talentos naturais, o que culminou na produção de uma grande escola de música a céu aberto, que com o tempo, foi surgindo naturalmente ajuda finaceira de empresários e gente de coração compassivo de todos os recantos da cidade para comprar material para confecção de artesanato e instrumentos musicais. O grupo finalmente apresentou um recital fenomenal, com um som tão melodioso que parecia que subia literalmente aos céus e enternecia o coração dos anjos, fazendo comover de emoção o coração de Deus.
Exatamente como nos tempos áureos quando séculos e séculos atrás Davi dedilhava sua harpa e entoava cânticos de louvor a Deus, naquelas campinas remotas de uma Palestina esquecida nas dobraduras desvanescentes do tempo. E a cidade toda compareceu e parou extasiada pra ouvir aquela música. E ao ouvir o som mágico provindo do conjunto de vozes e dos instrumentos, transformações extraordinárias aconteciam, a cidade começou a mudar sua fisionomia triste para ser uma cidade solidária e feliz.
De repente, surgiu em pleno século XXI, uma nova geração dos valentes guerreiros de Davi, uma versão pós-moderna da caverna de Adulão. O mais lindo de tudo é que depois que Davi adotou esse exército de ex-vagabundos indesejáveis, muitos voltaram para suas casas, pediram perdão de suas esposas, os filhos se reconciliaram com seus pais, outros restituíram objetos roubados e outros se tornaram homens e mulheres úteis à sociedade, cheios de amor compassivo, a ponto de viajarem para outras cidades das redondezas para divulgarem essas boas novas...

Sabemos que Davi não pode voltar em uma máquina de tempo para realizar qualquer coisa. Mas bem que poderíamos nos dispor a fazer alguma coisa concreta em relação à nossa cidade, tentando diminuir a criminalidade, a violência, a prostituição, a pedofilia, e tantas distorções, fruto do pecado. Mas temos que sair com urgência de nossa zona de conforto e começar a fazer alguma coisa. E se isso acontecer, certamente será deflagrado o avivamento que tanto aguardamos, uma manifestação genuína do Espírito de Deus que vai varrer de ponta à ponta nosso país sofrido, tão devastado pela corrupção e egoísmo. E um reino de paz e justiça florecerá!

Manoel do Carmo

7 comentários:

Anônimo disse...

AlyCampos:

Muito bom esse texto. Que a produção não pare. Seus textos são injções energéticas, dão motivação a seguir n busca e realização desse novo reino!

markeetoo disse...

ehehe ficou mt massa o texto.
Bom é conhecer vários "davis" por aqui. Gente que faz =]

Alexandre Silva disse...

Deus tem um plano para cada ser humano e em ti, este, evidencia-se na expressão do Amor, em toda tarefa que realizas, então, nesse texto. Que bom podermos sermos tocados por tão luminoso pensamento. Deus te abençoe, como Ele tem feito até aqui.

Edjane Macedo disse...

Esse texto me fez pensar o qto deixo passar despercebido as pessoas que estão necessitadas de uma palavra, de atenção de amor mesmo! Isso talvez seja ainda por costume adquirido de enxergar tudo que não está dentro das regras ditadas pela igreja (“Igreja Fundamentalista da Reta Conduta”) ser o errado, intocável, sujo e sem jeito.. E muitas das vezes vc para ser aceito novamente tem q passar por um processo de “purificação” como se todas as experiências que vc teve com Deus, pelo seu erro, não tivessem valido nada. Que Deus me faça fazer a diferença tb.

Micael Pinheiro Silva disse...

Gostei desse texto. Bem criativo, realmente as prioridades da igreja de hoje parecem estar equivocadas.

Liev disse...

Eu li esse texto faz uns dias, postado no Pavablog e gostei muito do texto, mostra um retrato de como a igreja gosta de separar o joio do trigo mesmo sem ter a menor idéia de quais são as coisas que são elevadas diante de Deus, e do que é o coração do verdadeiro servo. Mas minha maior surpresa foi descobrir que o autor do texto é um amigo (ao menos assim que eu o considero) apesar de nos conhecermos pouco e a pouco tempo.

- The Reverend - disse...

E o exemplo maximo era chamado Filho de Davi.............

Isso nos mostra mais uma vez q a biblia nos mostra quem de fato somos.......nada, a não ser pela preferencia divina em nos eleger.......

os pobres e marginalizados de quem o Mestre disse que deles seria o reino, a igreja hoje despreza......

e ela não é fundamentalista pq quem tem esse nome, tem fundamento....o q eles fazem não tem fundamento..........

precisamos de fato levar o evangelho a quem precisa....

O ManéDC deve conhecer o Diac. José Ribamar, ex-satanista, maçom e espirita....ele me disse algo q é a mais pura verdade..

"Quem tem tudo não precisa de Deus" e eu completo que nada tem faz de Deus seu tudo.......

Não vim chamar justos e sim pecadores..não vim curar os são e sim os doentes.....e Jesus disse ao Batista comprovando q ele era o messias: aos pobres está sendo aunciado o reino de Deus.....

"Todas as estruturas da igreja devem revelar a marca do amor de Cristo dedicado aos
pobres. Ao ignorar essa árdua sentença, a própria igreja se torna empobrecida, assim como
bem pouco confiável e bem pouco convincente para pregar o evangelho com clareza e visão,
e também infantilmente presa às quinquilharias da reputação, às conversas vazias da
diplomacia, aos favores degradantes dos ricos, à idolatria das estruturas e à posição de
proeminência." - Brennam Manning (Convite à Loucura- ed.Mundo Cristão)

Mais uma pro teu "currico" conspirador, outra vez parabens......

NELE, que se importa com os fracos

Soli Deo Gloria

Obs: leiam no livro Lições de Mestre a respeito da Teologia da cruz de Martinho Lutero